E o quadro de luz?

Postado por: Manu Mitre
28 de January de 2013

A Renata está fazendo uma sala linda, bem cosmopolita, moderna, com paredes escuras, porta adesivada de cabine telefônica londrina, coisa fina. Mas ela tem um problema que eu aposto que todo mundo aqui tem: a tal da caixa de luz atrás da porta. Ela fez um teste de composição de quadros na parede para tentar disfarçar e pediu nossa ajuda. Desta vez a equipe toda opinou e, com certeza, você vai poder aproveitar as dicas.

distribuição de quadros na parede

Antes de mais nada, é importante ressaltar que o quadro de luz deve ficar livre para que seja facilmente acessado em caso de emergência. E seu material deve, idealmente, ser isolante e anti-chamas. Dito isso, antes de colocar um quadro ou qualquer coisa por cima, tenha certeza de que sua casa vai estar segura, combinados?

Outro ponto a se observar é se a porta, ao abrir, vai encostar no quadro. No dia a dia você acaba se esquecendo, abre a porta correndo e quebra o vidro. Não vai ser legal, né? Para isso, uma tapeçaria pode ser mais interessante.

disfarçar caixa de luz no apartamento

Existem mil tipos e algum vai combinar com seu ambiente. Na hora de bolar a composição, funciona como um quadro qualquer. Olha como a sala aí de baixo parece com a da Renata. E olha como uma luminária bacanuda faz diferença.

parede cinza e quadro colorido

E vamos às ideias de como distribuir os quadros (e/ou tapeçaria). Os Princípios do Design são ótimas ferramentas para nos ajudar a fazer uma boa composição.

A Renata já começou pensando no equilíbrio, buscando compensar o peso causado pela caixa de luz com quadros adicionais à direita, mas aquele quadrinho pequenininho entrega que só tem quadro ali para esconder alguma coisa. O ritmo trazido pelas janelinhas retangulares do adesivo da porta deve ser levado em conta ao se pensar em adicionar mais retângulos à sala – os quadros. O uso de peças maiores pode quebrar mais claramente esse padrão, trazendo variedade de tamanhos e dando mais estabilidade para a composição, que não vai parecer tão solta pela parede.

E para harmonizar a composição é importante conectá-la a outros elementos da sala – através do alinhamento com batentes de portas, móveis, luminária, ou utilizando as cores existentes no ambiente também nos quadros e molduras. Repare em como o amarelo da tapeçaria (na foto anterior) ”acende” estando perto da cadeira, assim como os tons de verde e marrom conversam com as madeiras e plantas da casa. O uso de preto e vermelho nos quadros e molduras pode fazer um efeito parecido na sala da Renata, já que a cadeira filha única dela é preta e a porta é vermelha.

E, finalmente, na composição que você fez a parede, que já não é muito grande, fica quebrada em três partes muito próximas, numa “quase” conexão entre elas, trazendo tensão. Para que ela fique mais harmônica, podemos desconectar os três grupos mais claramente, aumentando a distância entre eles. Ou transformar a composição em uma só, aproximando-as. Quadros maiores podem ficar mais distantes sem se desconectarem, porque o espaço vazio entre eles vai ser mais proporcional ao seu tamanho.

[Essa explicação aí de cima pode e deve ser relida algumas vezes, tá? Se você não leu os posts sobre os Princípios do Design, esta é a hora. Pode voltar lá que eu espero.]

Olha só as alternativas que a gente pensou:

tampar quadro de luz

 

Percebem a diferença que faz um quadro grande versus vários pequenos? A textura de quadradinhos de vidro da porta é quebrada, a parede ganha mais importância, os quadros ficam mais bem ancorados. E a diferença entre ter um quadro retangular deitado ou em pé? Em pé ele continua na linguagem das portas, alongando, deitado ele também quebra o padrão e chama a responsabilidade pra ele, virando foco. Existem outras mil maneiras de organizar os quadros, inclusive sem alinhamento nenhum, estas sugestões são as que acreditamos estar adequadas para o conceito que já existe na sala da Renata.

Mas a Renata também tem uma dúvida quanto ao papel de parede que está instalado na parede da direita, na entrada para a cozinha. É um padrão mais clássico, até um pouco romântico.

sala moderna com papel de parede

Vamos ser sinceras, aqui o time se dividiu. Teve gente que achou que faltam elementos que conversem com o papel de parede e gente que falou que adora esse contraste de moderno e tradicional. Pior que foi 2 a 2, empate total. É a prova de que não tem certo e errado, você vai ter que escolher o que faz mais sentido na sua casa. O uso do preto na moldura do espelho ou no móvel que você pretende incluir nessa parede pode trazer ainda mais contraste entre o clean e o rebuscado, super em linha com essa ideia de mistura de estilos, nem precisa fazer mais nada. Se você optar por incluí-lo de forma mais harmônica, inclua outros objetos de decoração que conversem com ele, como almofadas, uma luminária mais rococó ou um tapete mais clássico. Para tampar o estrago que vai ficar no papel de parede, tente comprar um espelho maior, que tampe essa parte também. Mas caso você resolva eliminá-lo de vez, você pode pintar essa parede de amarelo ou trazer um papel de parede mais moderno, de padrões geométricos, por exemplo. O amarelo faz um contraste bacana com o cinza e o preto. Aí você vai ter a sala toda moderninha.

E nossa última sugestão é baixar um pouco a luminária para que ela se integre à mesa de jantar. E, caso você tenha pique uma luminária maior e mais sofisticada vai encher o ambiente de personalidade.

Com a contribuição da Débora Foresti, da Isabela Herbetta e da Marina Teiman :)

E agora a palavra é de vocês. O que vocês sugerem pra Renata?

Imagens: 1 | 2 | 3 |

Categorias: Cinza, Decoração, Destaques do Mês, Papel de Parede, Parede, Quadro, Sala de Estar, Sala de Jantar
Veja Também
  1. Renata
    28/01/2013

    Manu e galera, muito obrigada pela ajuda!!!

    Primeiro deixa eu contar uma curiosidade. No moodboard que fiz para ajudar a criar o conceito (vi a dica aqui!) coloquei os seguintes adjetivos “cosmopolita/moderno” e fiquei muito feliz em ver minha sala descrita com essas exatas palavras. Sinal de que estou no caminho certo, pois não tinha compartilhado essa informação com vocês.

    Vou digerir todas as dicas, bater um papo com o marido e decidir o caminho a seguir. Depois volto para mostrar o resultado.

    Agora, vocês me sacanearam com a questão do papel de parede. Empate? Sério? Está parecendo meu coração dividido….

    Obrigada por tudo!

    • Manu Mitre
      28/01/2013

      Emocionei aqui, Renata… Fiquei tão feliz de ver que você criou um conceito e conseguiu transmitir o que você pretendia com suas escolhas :)

  2. Marcelle
    28/01/2013

    Eu sugiro que a Renata jogue as cadeiras dela lá em casa!!! rsrs

    Sabe o que mais gosto daqui Manu? A doação do seu tempo e do seu carinho… Ah se todo blog fosse assim!! rsrs

    • Manu Mitre
      28/01/2013

      Eu também aceito as cadeiras, Marcelle!
      E assim vocês me matam hoje, obrigada pelo carinho também :)

  3. cris
    19/02/2013

    Gente, onde eu acho esse adesivo de porta londrina? Que lindo! Eu achei a sala da Renata linda, mais linda ainda com as dicas da Manu! ;)

  4. Renata
    20/02/2013

    Oi, Manu! Oi, Cris! Comprei o adesivo na Adesix. Eles possuem diversos modelos. O link é esse aqui: http://www.adesix.com.br/adesivos-para-portas.html
    Abraços.