Branco também é cor

Postado por: Manu Mitre
18 de February de 2013

Gente, quem ainda não curtiu a nossa página no Facebook precisa fazer isso já! O Workshop está conquistando patrocinadores muito bacanas, e que toparam minha prioridade em  trazer benefício para vocês. A Meu Móvel de Madeira gostou tanto da ideia que lançou um concurso cultural oferecendo 3 vagas para os vencedores. Três, gente! Eu quase caí pra trás. A Essência, que vende móveis clássicos de design a um preço já mais acessível, virou patrocinadora do blog e vai oferecer descontos especiais de seus produtos aos participantes do Workshop. Se eu fosse você, já ficaria de olho na página deles também, tá vindo coisa bacana de lá mas não posso contar por enquanto. E ainda tem parceria saindo do forno, esse Workshop está imperdível e eu estou super ansiosa pra gente se encontrar :)

Mas, vamos ao post de hoje? Vocês sabem que recebo vários e-mails com perguntas de leitores, né? Muitas delas me inspiram para fazer posts pro blog e o de hoje é resultado de muuuuuita gente que tem parede branca, móveis brancos ou qualquer coisa branca e acaba não percebendo que branco também é cor, que também faz parte da combinação de cores do ambiente, e também tem seu papel na decoração.

_______________________

Sim, sim, o branco também é cor. E ele funciona como qualquer outra cor, não somente como o famoso curinga tão usado por quem tem medo de se arriscar. E branco pode até ser sua cor favorita. Comece a observar quanto branco tem na sua casa e compare com as fotos de decoração que você gosta. Você pode descobrir uma cegueira para essa cor. Essa cegueira vem do paradigma de que branco não é cor, aí a gente aprende a ignorá-lo, tadinho. Mas essa cegueira tem cura. Hoje eu resolvi mostrar para vocês como o branco pode ser usado com intenção e fazer efeitos fantásticos. Porque branco sem intenção pode atrapalhar bastante, ou encher sua casa de monotonia. Repare!

Ele pode ser o fundo neutro, como todo mundo sabe. Mas isso não significa que toda parede precisa ser branca. O fundo branco proposital fica bacana quando ele ajuda a dar destaque a outras cores. E se você unificar piso, parede e teto na mesma cor, então, vira uma tela pedindo arte. Um fundo infinito, sem percepção de limites, onde as outras cores flutuam.

sala de jantar preta e branca

via

Destacando o preto e o cinza você chega num clima mais urbano, e com cores vivas você enche a casa de luz e alegria.

sala branca com toques de cor

via

O branco é a cor que mais reflete a luz, o que faz com que ambientes cheios de branco pareçam super iluminados e, por isso, mais formais. Mas experimente usar iluminação amarela e adicione madeira – o aconchego aparece.

cozinha americana branca

via

E com essa vocação para luz, ele pode ser dar destaque a plantas ou emoldurar um jardim colorido, como um banho de sol.

porta para varanda

via

Ninguém precisa gostar de decoração super colorida para ter uma casa interessante e cheia de personalidade. Um ambiente todo branco pode brincar com diferentes texturas, trazendo mais profundidade e movimento ao ambiente.

decoração cozinha branca

via

Mas o branco pode ser também a cor de destaque, por que não? Uns toques de branco em um ambiente super colorido trazem uma pausa gostosa, repare nesse móvel branco que está no meio de uma parede azul escuro, de uma cortina laranja, um tapete estampado, quadro e cadeira colorida, não dá um certo alívio?

parede azul e cortina laranja

via

E essa bancada que parece delimitar a área super colorida e ajuda a integrar a estampa à madeira da cozinha?

cozinha moderna com parede colorida

A luminária e a mesa de jantar do ambiente abaixo se equilibram e não deixam a parede amarela brilhar sozinha, quem destaca quem?

armario amarelo na sala de jantar

via

E em ambientes escuros o branco dá um toque de luz, e vira um super destaque. O tapete de zebra tem linhas brancas que conversam com a cadeira, o busto e o teto, trazendo pontos de luminosidade em um ambiente bem escuro.

tapete de zebra

via

A parede azul escuríssimo e a cortina pesada não mandam sozinhas. O pendente e o abajur conversam com o quadro, os objetos de decoração sobre o buffet, com as cadeiras e até as louças sobre a mesa quase preta, trazendo um equilíbrio bem interessante entre claro e escuro, leve e pesado.

parede azul marinho na sala de jantar

via

Resumindo, eu tenho uma proposta. Da próxima vez que você for comprar tinta, ou algum móvel ou acessório para sua casa, faça primeiro a pergunta: por que branco? Ou: por que NÃO branco? E use a cor com intenção, vai ficar muito mais bacana.

moveis coloridos

 via

 

Categorias: Branco, Cores na Decoração, Cozinha, Decoração, Destaques do Mês, Inspiração, Parede, Piso, Sala de Estar, Sala de Jantar
Veja Também
  1. Bel Herbetta

    Super concordo! Branco também é cor. Se está na paleta do ambiente tem que ter um motivo e conversar com as outras cores. Se não está na paleta e não tem um motivo então é melhor não aparecer assim “sem querer”. E eu adoro branco!

  2. Mariana
    18/02/2013

    Manu, primeiro quero te dar parabéns pelo workshop. Arrase! :)
    Bom, eu amo branco. É minha cor favorita, tanto pra roupa, pra decoração, quanto pra vida rs. O colorido pode ficar por conta dos detalhes, dos objetos, dos quadros… Pena que o branco suja muito facilmente. Eu, que tenho cachorro, não viveria um único dia sem me preocupar com as paredes, o piso, os móveis… Talvez na próxima encarnação eu realize este sonho! rs
    Beijo!

  3. Giovana
    20/02/2013

    Na terceira foto o piso é porcelanato ou é outro? Na oitava tem um piso na cor cinza, me informe sobre ele também por favor

    • Manu Mitre
      Manu Mitre
      21/02/2013

      Parecem placas cimentícias ou cerâmicas, mesmo.