Azul Avatar

Postado por: Manu Mitre
17 de February de 2010

Um divisor de águas, Avatar está batendo todos os récordes do cinema. Não vou entrar no mérito da qualidade do roteiro ou de nada técnico. Não entendo disso, mesmo. Mas que está sendo um sucesso ninguém pode negar. E eu adorei os conceitos, cores, o visual e as sensações que tudo no planeta Pandora transmite. Uma análise que tem tudo a ver com design de interiores.

Não vamos falar de decorar ambientes temáticos… mas de como um conceito pode ser percebido através das aparências – cores, texturas, detalhes. E da versatilidade do que eu chamei de Azul Avatar, presente em todo o filme, transmitindo sensações diferentes o tempo todo.

A estação dos humanos

A estação construída para a missão interplanetária é sempre apresentada em tons cinzentos. O que conversa bem com as intenções humanas no planeta.

O laboratório onde os humanos se transformam em Na’vis.

ambiente azul

A iluminação azulada em conjunto com as linhas simples e modernas contribui para essa sensação de tecnologia pura, ausência de sentimentos e extrema objetividade. Frieza total. Repare na sala abaixo: cinza deixa a sala com um ar bem formal, mesmo com um toque de cor. As flores lilás aquecem um pouquinho mais o ambiente.

sala de jantar azul e cinza

Os Na’vis

A pele azul dos Na’vis assusta por ser uma cor tão incomum na Natureza, mas alguns detalhes ajudam para que a gente reconheça vida nesses seres. O rajado em tons mais escuros traz uma semelhança com os felinos, dá mais vida,  movimento e dinamismo, e também reforça o lado selvagem da tribo. Os artigos de artesanato enfeitando o corpo e os cabelos são um sinal de cultura, de arte, diferenciando os Na’vis de animais comuns. .

Uma das grandes tendências do design de interiores inclui artesanatos e DIY (Do It Yourself). Uma tentativa de resgatar nossas culturas, uma busca pelas nossas raízes para equilibrar com tanta tecnologia no dia-a-dia. Também é uma chance de você mostrar o seu próprio talento em trabalhos manuais e dar um toque pessoal em casa.

E a cor escolhida para os tecidos e objetos espalhados pelos corpos azuis foi justamente o marrom, a cor da terra. Acalma, dá conforto e aconchego, equilibra a frieza do azul com sua estabilidade e tranquilidade.

nicho na cabeceira

Agressividade

São vários os momentos de guerra, raiva, agressão. Sempre o azul presente. E o vermelho também. Olhe como o vermelho, que você quase não vê em um corpo Na’vi, ajuda a transmitir a agressividade do momento. Imagine se a boca fosse toda azul, não seria a mesma coisa, né?

Toruk – o animal mais temido e difícil de ser domado. Vermelho, amarelo e rajados pretos – uma explosão de agressividade. Feito pra dar medo, mesmo.

O vermelho enche de energia o quartinho do bebê, desperta emoções fortes, não é nem um pouco relaxante.

quarto de bebe

A Floresta

Um lugar mágico, que você aprende que é seguro, tranquilo e harmonioso. James Cameron se inspirou muito no fundo do mar para construir a natureza de Pandora. Quem mergulha sabe que o fundo do mar é uma paz incrível, e você descobre um novo planeta embaixo d’água.

Apesar do tamanho e da cor mais quente, a flor é medrosa e inofensiva, se fecha com o toque. Linhas orgânicas e suaves, com toda a cara de concha.

As sementes da árvore da vida parecem pequenas anêmonas voadoras. Pontos de luz que, com a suavidade de sua forma e seus movimentos, ajudam a tranquilizar o personagem quando ele começa a conhecer a floresta.

A iluminação indireta é mais aconchegante e romântica, e foi bastante explorada no filme através da luminescência das plantas e animais em cenas noturnas. Quase uma pintura impressionista, o objetivo desta cena não era o de mostrar detalhes da floresta, mas o que os personagens estavam vivendo. O que parece que eles estão sentindo?

Se a fonte de luz fosse o sol, por exemplo, haveria formação de sombras no fundo e os limites dos objetos seriam mais definidos. A luz emitida pelo fundo do rio, bem difusa pelo efeito da água, permite a claridade necessária para um passeio romântico: não ofusca e não se preocupa com detalhes, mas com o clima do momento.

As imagens seguintes mostram várias coordenações de cores com o azul e fica clara a sensação que cada uma passa. Muita teoria das cores aplicada. O lilás é uma cor análoga ao azul turquesa, fazendo um ambiente bastante harmonioso.

azul turquesa

Olha que linda a coordenação de verde com azul. O verde remete à Natureza, e dá vida à cena azul-freezer. Fica fácil perceber se você tampar a parte verde da imagem.

A mesma tranquilidade das cores análogas, agora com verde e azul.

azul turquesa

O azul com o rosa já trazem mais contraste, mais ação, uma combinação lindíssima também, mas um pouco mais tensa.

A tensão do contraste aqui foi usada para despertar paixão, mas a iluminação direta tira bastante do romantismo que poderia ser obtido com velas ou um abajur.

É incrível como a iluminação pode ajudar ou atrapalhar todo o intuito na decoração de um ambiente. Veja a comparação abaixo de imagens do mesmo lugar em Avatar.

A árvore da vida. Até em Pandora o branco é a cor do sagrado. E a luz do sol reforça a pureza e seriedade do momento.

A mesma árvore durante a noite. Outro clima, né?

E é isto que queremos fazer no design de interiores: transmitir uma mensagem ou sensação em um ambiente através de cores, texturas, iluminação, composições e tudo que puder nos ajudar nesta tarefa.

E, por onde eu começo? AQUI

Imagens: Desire to InspireFocal PointDesign MilkHouse of Turquoise

Categorias: Azul, Cores na Decoração, Decoração, Destaques do Mês, Inspiração, Pelo Mundo, Rosa, Roxo, Verde
Veja Também
  1. Este blog é definitivamente encantador,algo feito acredito eu não somente com muito profissionalismo mas tb com o coração,continuem assim!!!

    • Manu Mitre
      manumitre
      17/02/2010

      Muito obrigada, Rafael! Sem dúvida tem muito coração aqui… continue participando que ainda vem muito mais pela frente!

  2. Roberta Freire
    17/02/2010

    Genial, Manu! Voce consegue se superar a cada post!

  3. andrefreire
    18/02/2010

    Acho que esse foi o melhor post que você já fez. Tudo bem que meu lado nerd (será que tenho outro?) ajuda… hehehehe.

  4. manosgremista
    09/05/2010

    muito bom esse blog, entra no meu http://www.tricolorgremio.wordpress.com

  5. Mirys
    23/05/2011

    Olá!

    Sou a Mirys, do blog “Diário dos 3 Mosqueteiros” e estou redecorando minha sala. A tarefa está “virtual” pois muitos amigos e leitores estão comentando e palpitando, ajudando a gente a chegar numa sala linda e nova (pra recomeçar a vida após certos episódios…).

    Como usei DUAS fotos do seu blog como inspiração, vim te avisar (http://diariodos3mosqueteiros.blogspot.com/2011/05/surtei-11-sala-azul-e-verde-diario-da.html). Obrigada por mais um ótimo post com fotos incríveis!

    Bjos e bençãos.
    Mirys
    http://www.diariodos3mosqueteiros.blogspot.com
    Se quiser dar uma passada no nosso cantinho e palpitar… fique à vontade!

  6. DANIELE GOMES
    08/11/2012

    eu preciso muito da sua ajuda ,pois , estou com uma seria de duvidas sobre decorar minha sala, meu sofá é um marrom escuro , e meu esposo comprou uma estante tambem marrom com a gaveta preta , pois é , esta é a minha situação , agora não sei como decorar minha sala , qual cor de tapete usar, a cortina nao sei que cor ponho, a parede nao sei se a deixo branca e pinto somente uma . por favor ,me ajude , ja não aguento mais tanta duvida!!!!

  7. Daniela
    09/01/2013

    Nossa Manu…..tô passada com este post! Objetivo e sensorial ao mesmo tempo…uau…conseguiu minha atenção definitivamente. Passando e ficando mais um pouquinho rsrsrs. Ahh lendo este post me encontrei nos tons da minha sala nova: azul (Avatar é claro) + marrom camurça + uma pitada de amarelo e turquesa aqui, ali, que tal? Bjs

    • Manu Mitre
      Manu Mitre
      09/01/2013

      Fiquei até vermelha, Daniela, rss. Que bom que gostou, confesso que é um dos meus posts preferidos :)