O número mágico

Postado por: Débora Foresti
30 de January de 2013

A proporção áurea é conhecida por vários nomes: seção áurea, razão áurea, proporção de ouro, razão de ouro e por aí vai. O nome é o que menos importa. Muito além da matemática, a razão áurea está relacionada a muitas outras coisas: primeiro à Natureza, onde toda a ciência começa, mas também à arquitetura, arte, música e design.

E porque a seção áurea é tão importante? Porque a harmonia gerada por essas relações é esteticamente agradável e o produto final é bonito. É possível relacionar as medidas áureas até mesmo com a estética dos rostos considerados belos pela sociedade, pois a maneira como percebemos a beleza é através da simetria e proporção. Quanto mais simétricos e proporcionais os corpos, mais atraídos nos sentiremos, é o que diz a teoria. Veja esse exemplo:

proporção perfeita

via

Da mesma maneira, edifícios são considerados mais atrativos, mais bonitos, quando usam medidas baseadas na seção áurea. Matematicamente falando, a seção áurea também está relacionada à sequência de Fibonacci (onde cada número é o resultado da soma dos dois números anteriores: 1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21,…). A relação entre dois números consecutivos é, aproximadamente, o mesmo valor da seção áurea. Olha:

decoração proporcional

via

É possível encontrar exemplos de edíficios em proporção áurea desde a Antiguidade. Por exemplo, o Parthenon, na Grécia:

arquitetura proporcional

via

Ou as pirâmides do Egito:

razão áurea na arquitetura das pirâmides do Egito via

Mais recentemente, um dos principais arquitetos do século XX, Le Corbusier, também usava a proporção áurea nos seus projetos:

razão áurea arquitetura

via

Aí, você vai me perguntar: “ok, mas pra que você tá falando tudo isso aí?” Porque a proporção áurea pode te ajudar na hora de decorar o seu espaço! Lembra do post sobre escala e proporção? E, porque não, o de harmonia? A proporção áurea mata dois coelhos com uma cajadada só! Por exemplo, tá em dúvida que altura colocar o lustre da sala? Veja qual a altura do pé direito, por exemplo: 3 metros. Divide 3 metros por 1,618 (o phi da proporção áurea) = 1,85. Se você colocar o lustre a 1,85 metros do chão, o resultado será esteticamente harmonioso.

luminária pendente de sala de jantarvia

Você pode ir além e organizar os quadros na parede formando um retângulo de ouro (na relação 1 pra altura e 1,6 pra largura)! Ou fazer uma estante com essas medidas ou que usem esse princípio, como essas daqui:

altura de prateleiras na decoração

 via

Olha esse pendente que usa medidas áureas:

luminária proporcional

via

E olha essa casa que foi inteira projetada com medidas áureas:

proporção áurea na arquitetura

via

Uma derivação da medida áurea é a chamada Rule of Three (ou regra dos três). Ela diz que um espaço pode ficar mais interessante se você dividi-lo em três linhas horizontais e/ou três verticais e colocar os elementos mais interessantes nesses terços. Por exemplo: você quer colocar uma lareira na sala. Divida a parede em três partes e coloque a lareira como elemento principal na parte do meio:

parede preta e branca em sala modernavia

Ou então, naquele nicho do banheiro, duas prateleiras ficam mais harmoniosas:

distância entre prateleiras no nicho

via

Eu acho que vale a pena passar um tempo planejando e seguindo algumas regrinhas na decoração para deixar o ambiente em harmonia. Muitas vezes, nem precisa ser complicado, uma grelha simples resolve o problema. Mas outras vezes é gostoso brincar com diferentes medidas e relações que deixam o ambiente mais dinâmico. E você, segue alguma regra ou dica na hora de planejar seu espaço?

Categorias: Arquitetura, Curso de Decoração Online, Decoração, Design, Destaques do Mês, Estante, Inspiração, Quadro
Veja Também
  1. Bel Herbetta

    A melhor explicação de todos os tempos que já li sobre a proporção áurea!! Perfect!! Parabéns ;)

  2. christiano
    30/01/2013

    No primeiro exemplo, o lustre fica a 1,85m do chão, e não do teto. E por mais que seja harmonioso, uma pessoa mais alta (tipo eu) bateria a cabeça nele SEMPRE… então tem que haver harmonia também entre a aparência e a praticidade.

  3. André Freire
    30/01/2013

    Uma curiosidade a mais… a proporção áurea também é utilizada nas negociações de ações na Bolsa. Você pode aplicar na curva de preços das ações e com isso ter uma boa ideia de para onde o preço da ação deve ir. Por que funciona? Porque os preços das ações na Bolsa são basicamente o resultado da opinião de muitas pessoas, e as pessoas “seguem” inconscientemente as regras da natureza. Impressionante, né?

    Ótimo post Débora! Meganerd ;-)

    Beijos

  4. Dedé
    30/01/2013

    Christiano, boa correção! Erro meu que me confundi :)
    Lógico que a gente tem que levar em conta a praticidade. Na verdade, esse é um exemplo hipotético… o pé direito no Brasil na realidade é por volta de 2,7m. Por isso que na foto abaixo desse exemplo, o lustre está em cima de uma mesa. Assim, ninguém bate a cabeça :)
    Todas essas coisas são mais um guia, pra quando bate aquela dúvida, sabe? Mas cada um tem problemas diferentes e as soluções são muuuuitas.
    Obrigada pelo comentário! Essas coisas enriquecem o post de uma forma muito bacana!

    • Manu Mitre
      Manu Mitre
      30/01/2013

      Adooooooro essas discussões! Por isso eu não canso de repetir que não tem regra, depende da situação. Essas “regrinhas” devem ser encaradas como sugestões estéticas, mas o aspecto funcional SEMPRE deve ser levado em consideração. Em um pé direito duplo, por exemplo, o efeito poderia ficar bem pouco prático.

  5. Sandra
    30/01/2013

    Dé, adorei!
    Quando ministrei uma disciplina que envolvia a razão áurea, pedi aos alunos que fizessem seminários com temas de aplicações da razão áurea.
    São tantas as aplicações que cada um deles escolheu um tema.
    Parabéns pelo post!

  6. Marcelle
    31/01/2013

    Eu uso o “olhômetro” mesmo! Mas depois dessa explicação precisarei me profissionalizar!!!!

    Colocou número complica minha vida rs, mas vou buscar mais informações pra entender melhor e conseguir colocar em prática!

  7. mariana
    07/02/2013

    Perfeito, MANU! Texto super gostoso de ler! No meu mestrado começarei a estudar um pouco sobre isso. Na verdade, é sobre Gramática da Forma, já ouviu falar? Beijos!